Como Criar Um Blog, Guia Passo A Passo De Como Criar Um

27 Nov 2018 11:44
Tags

Back to list of posts

[[image https://melissadivietri.com/wp-content/uploads/2016/03/Social-networks_a.png"/>

<h1>20 Combina&ccedil;&otilde;es No VSCO CAM Para Deixar Sua Foto No Tipo TUMBLR</h1>

<p>Ah, Tet&ecirc;, grande Tet&ecirc;! Ou&ccedil;a teu novo cd e visualize o document&aacute;rio sobre isto tua carreira. Por mim, n&atilde;o tinha teretet&ecirc;. Hoje eu ficava s&oacute; com Tet&ecirc;, no maior au&ecirc;, descrevendo todas as tuas can&ccedil;&otilde;es. No entanto eu sei e voc&ecirc; sabe que h&aacute; algumas vozes e sotaques na diversidade da cidade. E a reda&ccedil;&atilde;o nesse site &eacute; um vasto sal&atilde;o com muito sarau, luau e o escambau desfilando pelo agend&atilde;o. Tem Sander Mecca e Heartbreakers cantando Radiohead e tem o festival Brasilidades (da turma guerreira de Santos). Tem Vignini, Tuia e Tavito.</p>

<p>Tem Blubell cantando Beatles, tem o sarau Feminino Infinito, o Senhoras Obscenas, o Cooperifa Especial, o Levante e o Gente de Express&atilde;o. Tem os shows ‘Cambada’ (com Carol Naine e tchurma sensacional) e ‘Alma Brasileira’ (com o amplo violonista Newton Val). Tem os tambores e a voz de Fanta Konat&ecirc; (na Funda&ccedil;&atilde;o Ema Klabin), tem Bl&aacute;blabl&aacute; com Lau Siqueira (na Resid&ecirc;ncia Amarela) e comemora&ccedil;&atilde;o do Peixe Barrigudo (em Guarulhos).</p>

<p>E ainda tem o Pr&ecirc;mio Profissionais da M&uacute;sica (em Bras&iacute;lia). Porque &eacute;, amigos… T&aacute; tudo ligado e lindo no agend&atilde;o com inten&ccedil;&atilde;o de esse findi. Infinde-se nessas dicas e deleite-se delight-se delivery-se delivre-se. QUINTA-FEIRA - dezenove de abril - 19h … Exposi&ccedil;&atilde;o do Curta-Metragem ‘Tet&ecirc;’ - com debate … Document&aacute;rio a respeito da carreira da cantora na 23&ordf; edi&ccedil;&atilde;o do festival de cinema ‘&Eacute; Tudo Verdade’.</p>

<p>Dirigido por Clara Lazarim, ‘Tet&ecirc;’ explora o mundo da artista Tet&ecirc; Espindola, olhando teu trabalho de busca criativa - especialmente a forte liga&ccedil;&atilde;o com a meio ambiente como assunto e refer&ecirc;ncia de inspira&ccedil;&atilde;o. O v&iacute;deo transita livremente por diferentes &eacute;pocas - da proje&ccedil;&atilde;o nacional pop ao experimentalismo - pela tentativa de transcender o discurso hist&oacute;rico e carregar &agrave; tona a artista. No Sesc vinte e quatro de Maio, &agrave; rodovia 24 de Maio, 109. Entrada franca (chegue antes pra retirar ingresso). Depois da apresenta&ccedil;&atilde;o, bate-papo com a cantora. A toda a hora fui muito f&atilde; de Tet&ecirc;, desde seus primeiros movimentos com os m&uacute;sicos que geravam uma esp&eacute;cie de grupo que eu e meu amigo Johnny (Jo&atilde;o Marques) cham&aacute;vamos de ‘Pessoal do Pantanal’. Eu a acompanho desde os experimentalismos de ‘Tet&ecirc; e o L&iacute;rio Selvagem’ e ‘Piraret&atilde;’ (que tem a graciosa ‘Vida Cigana‘) at&eacute; o merecido sucesso nacional com ‘Escrito nas Estrelas‘.</p>
<ul>
<li>Emiele Says</li>
<li>Tenha uma estrat&eacute;gia de assunto</li>
<li>S&eacute;rie de postagens ret&ecirc;m visitas</li>
<li>dois - N&atilde;o conhece as escolhas com o objetivo de fazer sozinho</li>
</ul>

<p>O disco ‘P&aacute;ssaros pela Garganta‘, meu preferido para sempre, tem can&ccedil;&otilde;es (e letras) incr&iacute;veis como ‘Cunhataipor&atilde;‘, ‘Amor e Guavira’, ‘Cuiab&aacute;‘, ‘Fio de Cabelo’, ‘Longos Prazeres de Amor’ e ‘Sert&atilde;o’, entre algumas p&eacute;rolas. Sempre ouvi alguns conhecidos dizerem que tua voz era estridente excessivo. E sempre adorei essa tua voz &uacute;nica, tua t&eacute;cnica e presen&ccedil;a solar. Do mesmo modo sempre admirei teu viol&atilde;o e tua craviola.</p>

<p>Lembro de v&ecirc;-la pela primeira vez num show &agrave; tarde, pela Funarte. Ela entrou, sentou num banquinho, sorriu, cumprimentou o p&uacute;blico e nem fez um ‘r&atilde;-r&atilde;’ para limpar a garganta: entrou direto com teu timbre l&iacute;mpido e certeiro l&aacute; nas altas estratosferas de uma nota superaguda. Em 2017, Tet&ecirc; lan&ccedil;ou um disco maravilhoso, melodioso e po&eacute;tico chamado ‘Outro Lugar’. Eu o ouvi, encantado, em uma outra tarde de domingo. Uma grande artista atravessou meu domingo certa tarde nessa noutra e em todas as muitas imers&otilde;es dimens&otilde;es das tardes vividas lembradas sentidas pela carneviva da pele arrepiada pela exist&ecirc;ncia. ’&aacute;gua cristalina suja de terra f&eacute;rtil solta salta gr&aacute;vida no ar. Noir, cor de fogo e morango.</p>

<p>Tet&ecirc; que prazer te rever reouvir t&atilde;o afastado das ondas ef&ecirc;meras do r&aacute;dio t&atilde;o dentro do infinito. Tet&ecirc; essa on&ccedil;a verde fruta peixe essa musa asa p&aacute;ssara graviola essa craviola perfeita como ela toca como canta. S&aacute;bado rolou mais uma edi&ccedil;&atilde;o superlegal do Sarau da Maria. O ponto alto da noite foi a apresenta&ccedil;&atilde;o de Fernando Cavallieri, que lan&ccedil;ou teu cd “Modernidade L&iacute;quida”.</p>

<p>Que belas as suas melodias… Foram t&atilde;o aplaudidas que o sarau quase vira um show s&oacute; com ele (show que vai sair, desta maneira que o Sarau acertar uma data com o Clube). Entretanto depois ainda vieram as ‘escritas’ e as levadas macias das can&ccedil;&otilde;es de Rafa Alface. Vieram as poesias e as hist&oacute;rias de Lu Sousa e Rose Dorea, do Sarau da Cooperifa. E ainda mergulhamos nas &aacute;guas de ‘Preamar‘, mar&eacute; cheia de incr&iacute;veis poemas de Rud&aacute; Ventura e curtimos a proje&ccedil;&atilde;o de um curta-metragem do Grupo Transformar.</p>

<p>No palco aberto, teve homenagem &agrave; Marielle e declama&ccedil;&atilde;o dos poetas Jamir Nogueira, Lucas Scandura, Silvia Maria, Vasqs e Moises Donfleat. Na m&uacute;sica, maravilhosas apresenta&ccedil;&otilde;es de O Zi Stafuzza &amp; Cristina Pini, Vladinski &amp; Cordeirovich, Deise Capelozza &amp; Jo&atilde;o Emilio, Kita &amp; Helen Torres e da Banda Gozi, com a participa&ccedil;&atilde;o de Speedy Victor, do grupo Zona Western. No desfecho, o cantor Carlos Bacellar deu um show de interpreta&ccedil;&atilde;o e ainda botou todo mundo com o objetivo de cantar sucessos de Antonio Marcos, &iacute;dolo da Jovem Guarda e seu colega de adolesc&ecirc;ncia pela Zona Leste.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License